FTP – O que é e para que Serve ?

Muito antes dos sistemas de armazenamento em nuvem, nasceu o FTP (File Transfer Protocol)que em português significa Protocolo de Transferência de Arquivos. Desde os primórdios da Internet, ele é o responsável por enviar arquivos para a web. Forma prática e versátil de transferência de arquivos, ela serve basicamente para que usuários possam enviar ou receber documentos da Grande Rede por meio de um endereço no navegador ou um software instalado no PC.

A transferência é feita entre um servidor e um cliente. O primeiro é o local onde os arquivos ficam hospedados, enquanto o segundo é quem realiza a operação. A conexão é sempre autenticada por um nome de usuário e servidor em um determinado endereço de IP. Normalmente, o FTP é bastante útil para pessoas que possuem discos virtuais na rede e para quem criou um site e tem um sistema de hospedagem.

Como surgiu?

O FTP tem origem na década de 1970, época em que as primeiras redes e ligações entre computadores existentes ainda estavam engatinhando, porém crescendo de forma gradativa.

O responsável pelo seu desenvolvimento foi um estudante de engenharia elétrica de um dos centros acadêmicos mais respeitados e conceituados do planeta, o MIT (Massachussets Institute of Technology). Seu nome era Abhay Bhushan.

Em essência, o FTP surgiu com a proposta de fazer com que a transferência de arquivos entre computadores e servidores se tornasse mais segura do que era na ocasião. Na época, era utilizado um modelo bem arcaico chamado ARPANET Network Control Program.

Com o passar do tempo, o FTP foi aperfeiçoado com diversas revisões e melhorias nos seus códigos de programação, especialmente depois da chegada dos computadores domésticos.

Para que serve o FTP ?

Como já foi referido em cima, esta é a forma mais rápida e segura de transferir ficheiros actualmente, sejam ficheiros pequenos ou de grande dimensão.

As transferências de ficheiros são usadas de diversas formas, a própria visita a um website é uma transferência de ficheiros, mesmo que temporários, o seu computador irá “receber” todas as imagens e sons que existam no website. Porém, para que isso seja possível, foi necessário que esses ficheiros fossem enviados para o website, através de um programa de FTP.

Assim, em termos resumidos, o FTP serve para enviar ficheiros para a criação e manutenção de websites, para permitir o acesso a ficheiros de grande dimensão (que de outra forma não seria possível) a outros utilizadores que se encontram a milhares de quilómetros de distância e até para criar “backups” dos seus próprios ficheiros.

Quando está a enviar um e-mail para um cliente ou familiar, sendo necessário adicionar um ficheiro para o envio, certamente que já teve o problema deste ser demasiado pesado e não ser permitido o envio. É para este tipo de situações que o FTP serve, sendo possível enviar o dito ficheiro para o seu servidor, podendo posteriormente enviar o “url” directo para o ficheiro no corpo do e-mail, permitindo assim que o receptor do mesmo faça o download directamente do servidor.

Como usar o FTP

Para utilizar o FTP é necessário saber o servidor para onde vai enviar os ficheiros, assim como o login e password do mesmo. Se está a utilizar o servidor do seu website, então o nome do seu servidor é o domínio ou IP que lhe foi dado pela empresa de alojamento, assim como o login e password que também deve ter recebido após o pagamento do serviço.

Existem diversos softwares nos vários sistemas operativos, uns gratuitos outros pagos, no entanto todos eles têm o principal objectivo de facilitar essa transferência de ficheiros. Se o seu sistema operativo é Windows, então não necessita de instalar nenhum software, já que o próprio explorador permite essa mesma ligação.

Relativamente aos softwares mais usados para o FTP, destacam-se o Filezilla, o SmartFTP e o CoreFTP, todos eles com um interface bastante simples de perceber, permitindo que os dados sejam armazenados posteriormente para novas transferências, garantem a realização de todas as tarefas que os utilizadores necessitem.

Cuidados básicos a ter com o FTP

Obviamente que para a utilização em pleno do FTP são necessários alguns cuidados básicos, principalmente se este for usado para fins comerciais ou profissionais, já que um pequeno erro poderá deixar os seus ficheiros à disposição de outras pessoas que podem não ter as melhores intenções.

Em primeiro lugar, logicamente, é não dar os dados de acesso a qualquer pessoa, já que com esses dados poderá entrar no servidor, apagando todos os ficheiros e depois perderá informação vital que tanto lhe era importante. Se tiver que dar acesso a uma outra pessoa à sua conta FTP, é possível criar um “novo utilizador” com menos poderes que o administrador, com credenciais distintas, permitindo assim que posteriormente esse utilizador seja apagado e nada se perde.

Por outro lado, a partilha individual de ficheiros pode tornar-se perigosa, nomeadamente em ficheiros de grande dimensão, já que um número elevado de downloads podem fazer com que o tráfego (bandwith) da sua conta de alojamento seja ultrapassado e ficará sem acesso ao servidor até tudo ser retomado.

Um último cuidado, um pouco mais “técnico” é referente novamente ao login e password, já que hoje em dia todo o cuidado é pouco, aconselhamos sempre que tenha os seus dados de acesso guardados num local fora do computador, estes devem ser sempre combinações de letras e números sem qualquer tipo de lógica (dificultando assim que sejam descobertos). Deixamos ainda a ideia que estes dados devem ser alterados pelo menos 2 vezes por ano, principalmente se o uso que der ao seu servidor for profissional, contendo informação vital para a sua vida pessoal e profissional.

Quais são os benefícios de sua utilização?

Antes de concluirmos, não poderíamos nos esquecer das vantagens de utilizar o FTP. As principais incluem:

  • Grande volume de transferência de arquivos por uma rede;
  • Envio simultâneo de diretórios;
  • Progresso sempre salvo;
  • Gestão facilitada;
  • Configuração única;
  • Segurança reforçada;
  • Compatibilidade com ferramentas de versionamento.

Devemos ressaltar que a utilização do FTP não acarretará nenhum trabalho, já que a facilidade de uso é outra de suas grandes vantagens. Para quem já está ambientado às tecnologias e aos procedimentos do setor de TI, com conhecimentos (ainda que básicos) sobre servidores, códigos de programação e internet, as dificuldades não surgirão.

O incrível é que, apesar dos seus quase 50 anos, o FTP continua sendo uma das soluções mais simples, versáteis e eficientes no que diz respeito à transferência de arquivos entre computadores domésticos e servidores na internet.

Em suma, o FTP é um dos serviços mais importantes da Internet, apesar da sua utilização ser vital para vários utilizadores, é importante que tenha alguns cuidados básicos para garantir que tudo corre da melhor forma possível.

Post Your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 1997-2018 IZOC Serviços de Internet - Direitos Reservados.